Bons Estudos!

Bons Estudos!

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

7ª série 2014 - Independência das colônias da America espanhola e do Haiti.


 Padre de Hidalgo

Trailer Toussaint Louverture Filme

Simon Bolivar



 Correção atividades pags 162 e 163

1 – Alternativa D – Privilégios = Chapetones

2-

a)    Permiti a conclusão da participação de cada grupo no total da população de São Domingos no Século XVIII, conforme o título da tabela.

b)    O número de Negros era 12,5 vezes maior que o de Brancos e mais de 16 vezes que os Mestiços.

c)    Resposta Pessoal !

As diferenças sociais e a discriminação existente na sociedade hispano-americana, onde a minoria branca formada pelos Chapetones e Criollos dominava a maioria da população de indígenas, mestiços e afrodescentes na América Colonial espanhola.

3 - 

HAITI
PERU
MÉXICO
PARTICIPANTES
NEGROS ESCRAVIZADOS
INDÍGENAS, MESTIÇOS E POUCOS CRIOLLOS
CAMPONESES
OBJETIVOS
LIBERTAÇÃO DOS ESCRAVOS E INDEPENDÊNCIA
FIM DO TRABALHO FORÇADO (MITA E ENCOMIENDA), DOS IMPOSTOS ABUSIVOS E DISCRIMINAÇÃO RACIAL
INDEPENDÊNCIA COM DIVISÃO DE TERRAS
LÍDERES
TOUSSAINT L’OUVENTURE E JEAN JACQUES DESSALINES
LÍDERES NEGROS
JOSÉ GABRIEL CONDORCANQUI OU TUPAC AMARU, MESTIÇO (INCA)
PADRE MIGUEL HIDALGO E JOSÉ MARIA MORELOS
DESFECHO DO MOVIMENTO
VITÓRIA DOS REBELDES – INDEPENDÊNCIA DO HAITI EM 1804
CONSEGUIU VÁRIAS VITÓRIAS, MAS, O MOVIMENTO FOI DERROTADO, POIS O SEU LÍDER FOI DEGOLADO EM CUZCO
CONSEGUIRAM ALGUMAS CONQUISTAS, MAS O MOVIMENTO FOI DERROTADO E O PADRE HIDALGO FOI FUZILADO POR OREDEM DOS CRIOLLOS ECHAPETONES

4 – ESPANHA – FERNANDO VII – JUNTAS GOVERNATIVAS – COMERCIAR LIVREMENTE – INDEPENDÊNCIA

5 –

a)    Ele defende a formação de um Novo Mundo, com uma única nação por toda América e uma República Federativa prestando obediência a um só governo.

b)    Pois os hispano-americanos possuem a mesma origem, língua, costumes e religião.

c)    A divisão em Repúblicas foi ocasionada por: As disputas entre as lideranças Criollas, a força dos chefes políticos militares com grande poder na região chamados de Caudilhos, as pressões da Inglaterra pela fragmentação da América em várias Repúblicas.

6 – San Martin defendia a idéia que os países independentes da América adotassem a MONARQUIA  e fossem governados por príncipes Europeus (Conter Rebeliões). Já Simon Bolívar pretendia formar uma grande República federativa, obediente a um só governo.

7 – Letra C. Com a independência, as nações latino americanas passaram a comercializar com vários países, inclusive a Inglaterra.

8- Pessoa - l MÉXICO
Poucos países podem se gabar de oferecer opções tão distintas e abrangentes ao turista quanto o México. Ruínas de antigas civilizações estão por todas as partes, das pirâmides de Teotihuacán, nos arredores da capital, à cidade murada (e de frente para o oceano) de Tulum, na Riviera Maia. O México ou Estados Unidos do México é um país localizado na América do Norte que limita fronteira ao norte, com os Estados Unidos; a leste com o Golfo do México; a oeste, com o oceano Pacífico e ao sul, com a Guatemala e Belize. Forma de governo é a República presidencialista, o principal idioma utilizado no México é o Espanhol, segunda língua mais  falada em todo o mundo e também conhecida como castelhano. A sua cultura reflete a complexidade da História do México ou a história mexicana, resultante da mistura das civilizações pré-hispânicas da Mesoamérica com a cultura de Espanha, transmitida durante os 300 anos de colonização espanhola do México, onde podemos destacar também a influência dos Estados Unidos e países Europeus. A moeda que circula no país é o peso mexicano (1 REAL VALE 5.54 PESOS)e a sua economia mexicana é feita de uma mistura de indústrias e sistemas agrícolas antigos e modernos, ambos cada vez mais dominados pelo setor privado. A gastronomia mexicana, em termos de variedade de sabores e texturas, é uma das mais ricas do mundo, embora seja por vezes caracterizada por algumas pessoas como gordurosa e condimentada. É uma culinária rica em proteínas, vitaminas e minerais. O IDH do México é O,770 ocupando a 57º posição do ranking mundial. É superior ao do Brasil, com 0,718 que nos coloca na 85° colocação. Alta taxa de natalidade e crescimento intenso da população. Desigualdade na distribuição de renda (as disparidades continuam enormes entre a população urbana e a rural). Um dos principais desafios do México é combater o tráfico de drogas. Seu território é a principal rota de transbordo das drogas vindas da América do Sul para os Estados Unidos, a maior fonte de heroína e o principal fornecedor de metanfetamina. (Atenção daods de 2013) .

164 –

1 – Em primeiro plano vemos trabalhadores amarrando fardos  de cana de açúcar, enquanto o capataz que está a cavalo, os intimida com um chicote e uma espingarda. A imagem expressa uma ideia  que ele está gritando com os trabalhadores e com gestos de crueldade e notem que os trabalhadores estão usando o mesmo tipo de roupa e na aparência são semelhantes aos trabalhadores de cima.
2 – Vê-se um grupo de indígenas puxando um carro de madeira carregado de feixes de cana. Esses trabalhadores também estão sendo coagidos por um feitor  que tem uma lança na mão e um chicote na outra, empregando o medo.
3 – Ao fundo e ao centro, há um homem, que parece ser o senhor de engenho, na sacada descansando em uma rede. No canto superior direito, indígenas produzem o açúcar e no canto superior esquerdo, o trabalho na lavoura de cana.
4 – Rivera mostra em suas obras uma forte crítica á injustiça social, à opressão e à violência oprimida na sua maioria aos camponeses, indígenas e mestiços. Importante notar que os espanhóis foram cruéis e dominantes, porém no México, houve uma substituição de poder, onde os Criollos tomaram o poder dos espanhóis como grupo dominante, mas a situação se manteve quase inalterada para a maioria da população, principalmente para os Índios e mestiços a independência pouco significou.

166
1 – Historiográfico – Dissertativo e conceitual,
2 – Elas trabalhavam lavando, costurando, atuavam como soldados combatendo nos campos de batalha e também como mensageiros levando noticias para as forças de libertação. (Gertrudes Bocanegra)
3 – Não. Ela foi uma delas, além dela, o texto mesmo relata, que houveram outras latino-americanas que se destacaram na luta pela libertação da América. (Juana Azurduy de Padilha e Gertrudes Boca Negra.
4 – Notem que a participação da MULHER no processo de libertação é esquecida principalmente, pois a muitas vezes a historia era escrita e divulgada por homens e sob a ótica masculina e isso foi mudando de 1960 para cá com a multiplicação dos movimentos feministas, aumentando assim a participação da mulher e o outro motivo, deve-se ao excelente trabalho da historiadora Mary Del Priory na produção e divulgação da mulher pelo Brasil.











domingo, 27 de julho de 2014